(11) 3385-7443

Contato

Material de aula

www.templodaarte.com.br

Cursos Pós-Graduação Pós Graduação em Conservação e Restauro de Pintura de Cavalete

Pós Graduação em Conservação e Restauro de Pintura de Cavalete

Curso de Pós Graduação Latu Sensu em Conservação e
Restauração de Pintura de Cavalete
“A restauração deve lograr o restabelecimento da unidade do bem cultural, sempre que
seja possível alcançá-la sem cometer uma falsificação artística nenhuma falsificação
histórica e sem apagar as marcas que são testemunhas do seu tempo de vida” Césari
Brandi:
“A restauração deve lograr o restabelecimento da unidade do bem cultural, sempre que
seja possível alcançá-la sem cometer uma falsificação artística nenhuma falsificação
histórica e sem apagar as marcas que são testemunhas do seu tempo de vida” Césari
Brandi:

1- JUSTIFICATIVA DO CURSO:
Considerando que:
· A arte é o modo mais profundo que o ser humano encontrou para expressar como vê,
percebe e sente a si mesmo e o mundo a sua volta.
· A cultura e a memória de um povo são os principais fatores de sua coesão e
identidade, responsáveis pelos liames que unem as pessoas em torno de uma noção
comum de compartilhamento e identidade, básica para o senso de cidadania.
· O patrimônio cultural de um povo é ingrediente de sua identidade e da diversidade
cultural e é o legado que recebemos do passado, vivemos no presente e transmitimos às futuras gerações, se não tivermos nada a transmitir o que teremos como história?.
· Preservar é dar continuidade física ao patrimônio edificado histórico ou ambiental, das
coleções artísticas e dos mobiliários, dos jardins e dos parques históricos, das esculturas,
dos arquivos de interesse histórico e dos usos, costumes e manifestações culturais.
· Para conservar de forma integrada os “bens culturais” urge a necessidade de
profissionais especializados e aptos na conservação de nosso patrimônio cultural.
2- OBJETIVOS DO CURSO:
. Formar profissionais com ética e grande conhecimento para saber o que precisa ser
Conservado e Restaurado de acordo com aspectos filosóficos;
. O curso propicia o desenvolvimento das capacidades e das competências técnicas
relacionadas à Conservação e Restauração em Pintura de Cavalete;
. Ele forma profissionais de uma maneira transdisciplinar e de integração de saberes,
adaptados a um mundo do trabalho em rápida mutação;
. Os alunos desenvolvem habilidades diferenciadas do nosso Mercado de trabalho global,
uma vez que a escola convida professores de outros países para ministrarem aulas.
DISCIPLINAS – CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS:
HISTÓRIA DA PINTURA
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:
1. Introdução – conceitos fundamentais dos estudos e de análise de obras pictóricas em
história da arte. As relações e identificação entre época, estilo e forma.
2. Primeiras manifestações pictóricas no ocidente –
3. A pintura na antiguidade Greco – Romana
4. A pintura na Idade Média (arte cristã e arte islâmica)
5. A pintura no Renascimento (escolas setentrionais e italianas)
6. A pintura Barroca e Rococó
7. A pintura Neoclássica e Romântica
8. A pintura no século XIX (do realismo ao simbolismo)
9. A pintura na Arte moderna
10. A pintura hoje – arte contemporânea – os desafios dos novos suportes
11. A pintura Brasileira (do período colonial aos dias de hoje)
AS TÉCNICAS E MATERIAIS DA PINTURA
(História, origens, características, propriedades e aplicações)
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:
2
1. Os suportes tradicionais da pintura no decorrer da história:
2. Pigmentos para uso na pintura – História, origens, características, propriedades e
aplicações.
3. Os suportes alternativos da pintura contemporânea
4. As técnicas alternativas da pintura contemporânea (técnicas mistas e colagens)
CONSERVAÇÃO
1. Ciência da Conservação: Conceitos e Fundamentos Gerais
· Interpretar teorias de conservação e restauração e aplicá-las na prática;
· Empreender individualmente e ou coletivamente tarefas e projetos de preservação,
conservação e restauração;
· Atuar com equipes multidisciplinares que lidam diretamente na preservação de bens
culturais;
2. Conservação Preventiva:
3. Técnicas de Expografia:
EXAMES PRELIMINARES E DOCUMENTAÇÃO FOTOGRÁFICA
· Fotografia como registro para documentação de restauro e conservação
· Documentação fotográfica para elaboração de laudos;
Análises e documentação de obras para a restauração:
· Exame Organoléptico.
· Análises de laboratório – Física e Química.
· RX, infravermelho, estratigrafia.
· Coletar amostras.
1. Documentação das observações e diagnóstico sobre a história material da obra e as
causas das possíveis alterações
2. Relatórios de intervenção e documentação dos procedimentos adotados.
3. Elaborar propostas de intervenção após análise técnica da obra de arte.
PLANEJAMENTO
Cronograma
· Atualizações;
· Controle de qualidade;
· Representando os órgãos de preservação e o cliente;
· Estruturando um projeto;
· Estruturando uma obra.
Dimensionando uma equipe
· Definição e estudo de prazos de obra.
· Definindo líderes e responsabilidades;
· Gestão de profissionais.
Gerenciamento
· Integrando ações;
· Planejamento e gestão técnica;
· Análise de custos;
· Licitações e concorrências públicas e/ou privadas.
ATELIÊ
· Infraestrutura de mobilização da obra e seus processos;
· Infraestrutura básica;
· Proteção e segurança funcional.
3
ÉTICA E LEGISLAÇÃO PARA RESTAURAÇÃO
I-Ética na Conservação e Restauração de Bens Culturais
1. Ética na Restauração
2. Respeitar integralmente o objeto de estudo no contexto sócio cultural em que se encontra,
enfatizando os aspectos históricos e estéticos que este objeto representa para a
sociedade.
3. Contribuir para a formação de uma consciência social que valorize o patrimônio cultural e o
preserve para as gerações futuras;
4. Refletir sobre os valores de ética e cidadania, sobre o significado, a valorização e a
identificação do Patrimônio Cultural e sua importância nas relações sociais e no
desenvolvimento da humanidade;
5. Compreender a atuação ética do profissional desta área, para sua futura atuação no
mercado de trabalho;
6. Conhecer princípios e valores éticos;
II- Legislação Sobre Patrimônio Cultural, Conservação E Restauração
1. Aplicar normas e leis pertinentes ou que regulamentem atividades da área, como as
referências a direitos autorais, patentes, saúde e segurança no trabalho.
2. Utilizar de forma ética e adequada, as possibilidades oferecidas por leis de incentivo fiscal
à produção na área;
3. Conhecer e aplicar a legislação relativa à preservação de bens culturais;
4. Conhecer a legislação que envolve a produção artística, os acervos e os documentos;
5. Legislação aplicada à analise técnica para a realização de relatórios;
6. Legislação do Patrimônio Cultural: História da legislação brasileira.
7. As cartas patrimoniais.
8. Os órgãos de preservação Federal, Estadual e Municipal e seus instrumentos de
preservação;
9. Recursos Humanos: do faxineiro ao diretor do museu.
10. A INTERPOL- Falsificação.
RESTAURAÇÃO EM PINTURA DE CAVALETE
1-Técnicas de restauro de obras em pintura de cavalete (Exercícios práticos):
RESTAURAÇÃO DE:
· Pintura sobre painéis (madeira e papelão)
· Pintura sobre telas (Lona, linho e outros tecidos com chassi)
· Pintura sobre suportes alternativos contemporâneos
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:
1. Tratamentos gerais preliminares:
2. Técnicas de restauração de pintura sobre suportes móveis tais como painéis de madeira,
telas entre outros materiais possíveis:
3. Tratamentos do suporte de madeira e outros suportes bidimensionias tais como tecido
utilizados para pintura.
4. Tratamento da camada pictórica