(11) 3385-7443

Contato

Material de aula

www.templodaarte.com.br

Notícias Restauração de Obras do Século XIX é Concluída com Êxito Pelo Templo da Arte

22/09/13 - Restauração de Obras do Século XIX é Concluída com Êxito Pelo Templo da Arte

Restauro de imagens sacras representa a importância histórica e religiosa do município, uma vez que obras parecidas só encontram-se na Basílica de Nossa Senhora Aparecida

 

Esculturas de madeira dos santos São João Batista, São Francisco, Santo Antônio e de Nossa Senhora da Conceição – datadas de 1875 a 1920 – que ficam expostas na Capela de São João, do Museu Major Novaes, em Cruzeiro, foram totalmente restauradas gratuitamente pela equipe da escola Centro Técnico “Templo da Arte”, do curso de restauro, coordenadas pela professora e restauradora Rosa Maria Campos Lopes. Foram necessárias 23 pessoas para o restauro das imagens que estavam totalmente deterioradas e infestadas de cupins e fungos.

A restauração durou cerca um ano e meio, e o material aplicado foi exatamente o mesmo que o original. O restauro também serviu para auxiliar nas aulas da escola, onde alunos puderam basear suas aulas práticas e fomentar a conclusão do curso.

Segundo Carlos Felipe do Nascimento, Diretor do Museu Major Novaes e ex-aluno e professor da USP, “o museu está sendo completamente restaurado, com o máximo de preocupação e cuidado para que se preserve toda história e origem da cidade de Cruzeiro” explica.

Com a reabertura do Museu Major Novaes, prevista para o mês de Outubro, as esculturas permanecerão em seu ambiente natural e estarão disponíveis para visita da população.

O Museu

O casarão colonial foi construído em 1815, pelo Capitão Antônio Dias Teles de Castro, para servir de sede à antiga Fazenda Boa Vista. Foi residência do Major Manoel de Freitas Novaes, responsável pelo desvio dos traçados das estradas de ferro D. Pedro II (atual Central do Brasil) e Minas and Rio, (atual Centro-Oeste), para passar em suas terras, fatos que causaram o surgimento do núcleo urbano que deu origem à cidade de Cruzeiro. O imóvel foi o núcleo inicial do município e está vinculado a uma fase da história cruzeirense.

O prédio possui dois andares, feitos de taipa e alvenaria, em estilo colonial, sua arquitetura reflete a opulência econômica do período e as características do modo de vida dos barões do café. Possui amplas janelas, terreiro de secar café, pomar e grande área verde circunda a casa com figueiras centenárias, permitindo ao visitante uma verdadeira viagem ao século XIX.

Reforma Museu

 

Em resgate e preservação da história do município, importante polo da revolução constitucionalista de 32, estão sendo investidos mais de 4,5 milhões pelo Governo Federal para reestruturação do prédio do Museu Histórico e Pedagógico Major Novaes, símbolo cruzeirense.

FONTE: SITE PREFEITURA DE CRUZEIRO