(11) 3385-7443

Contato

Material de aula

www.templodaarte.com.br

Notícias CAZUZA mostra sua cara

22/10/13 - CAZUZA mostra sua cara

A EXPOSIÇÃO

“CAZUZA mostra sua cara” e seus diferentes espaços:

1-REFLEXÃO
Entrada – “Mostra sua cara”
O percurso começa por uma grande “galeria de rostos e ideias”, com as paredes revestidas por retratos de pessoas desconhecidas. Sobre cada imagem estão estampadas frases emblemáticas de músicas do artista. O intuito é contar com a participação do público para mudar a aparência e o conteúdo da sala todos os dias. “Será uma espécie de photobooth, permitindo ao visitante fazer uma foto sua e escolher uma das frases disponíveis para anexar à imagem, que poderá, ainda, ser enviada por e-mail”, explica o curador. “No dia seguinte, algumas imagens serão selecionadas pelo Museu e fixadas nas paredes da sala durante o período de visitação, com cola, como acontece nos muros da cidade”, completa Gringo. As fotografias podem ser feitas todos os dias sempre entre 11h e 14h e entre 14h30 e 17h,após o percurso da exposição.

_Sala III – “Mergulho na mente do poeta”
Corredor de espelhos com trechos de músicas do artista  escritos e projetados em leds, com efeitos que mudam a cada 30 segundos, formando o ambiente mais sensorial e emocional da mostra.

_Sala V – “Cazuza, Juventude e Rock’n roll”
Depoimentos de personalidades e amigos – como Ney Matogrosso, Lobão, Sergio Maciel, Lucinha Araújo, Bebel Gilberto e outros são apresentados em uma sala com vários monitores. Nesse mesmo espaço, especialistas como a psicanalista Viviane Mosé, o antropólogo Luiz Eduardo Soares e o escritor Silviano Santiago, entre outros, falam sobre questões relacionadas à juventude: a rebeldia, a transgressão e a universalização do comportamento inconformado dos jovens.

_Espaço IX – “Palavras flutuantes”
Corredor com cartazes como os usados nas recentes manifestações, com palavras-chaves do vocabulário de Cazuza, que mostram sua influência sobre os jovens até hoje.

_Espaço X – “Altar”
Os banheiros, tanto o feminino como o masculino, recebem luzes coloridas e projeções dos grandes momentos da juventude, da música e de rebeldia de Cazuza, que retratam sua irreverência nos palcos. Portas com tratamento acústico, como as dos estúdios de gravação, foram colocadas nos banheiros.
 

2-APRENDIZADO
_Sala II – “Poesia e Música”
Sala dedicada a tratar da intensa relação entre poesia e canção. Por meio de computação gráfica, pílulas de conteúdo contextualizam esse “casamento” no Brasil e mostram como Cazuza e os compositores dos anos 80 enxergaram o cenário político brasileiro.

_Sala IV – “O Tempo não para”

Por meio de animações, é traçado um paralelo entre seis momentos da vida de Cazuza e a história brasileira – mostrando grandes marcos das trajetórias política e social do país.

3-INTERAÇÃO:
_Sala VI – “Cante com Cazuza”
O público pode escolher entre duas músicas – “Ideologia” e “Exagerado” –, que têm suas letras projetadas em telas e mescladas com imagens em computação gráfica, incentivando o visitante a cantar junto com Cazuza.

_Sala VII – “A arte de escrever canções”

Estações individuais com monitores touchscreen desvendam para o visitante a estrutura poética das músicas do artista, mostrando o que são versos e refrãos e como as rimas e assonâncias são construídas. Logo após a estrutura ser apresentada o visitante pode ouvir  o artista cantando a música analisada.

_Sala VIII – “Cazuza por Cazuza”

É composta por livros cenográficos gigantes sobre os quais são projetadas palavras-chave.  Por meio de um sensor de presença localizado em cada livro, o visitante escolhe um assunto e assiste a um depoimento de Cazuza relacionado ao tema. No mesmo ambiente, há ainda grandes painéis com fotos do artista.

Museu da Língua Portuguesa
Estação da Luz
Praça da Luz, s/nº

Centro – São Paulo – SP
(11) 3322-0080
museu@museulp.org.br

 FONTE: SITE MUSEU DA LINGUA DA PORTUGUESA